10 passos para ter uma alimentação saudável

Ter uma alimentação saudável e balanceada é essencial para manter o bom funcionamento do corpo.
Uma boa alimentação é capaz de melhorar o nosso sistema imunológico nos protegendo de várias doenças, melhorar o funcionamento do nosso intestino, trazer mais qualidade durante o sono, auxiliar na perda ou ganho de peso, ajudar no desenvolvimento dos bebês ainda quando estão nas barrigas das mães e durante a amamentação, entre outros.

Veja abaixo algumas dicas para se ter uma alimentação saudável:

1. Ter como base da alimentação os alimentos naturais e/ou orgânicos.

Alimentos que provém da natureza e alimentos livres de qualquer agrotóxico e insumos químicos devem ser a base da nossa alimentação. Existe uma enorme variedade desses alimentos, por exemplo,
grãos, raízes, tubérculos, farinhas, legumes, verduras, frutas, castanhas, leite, ovos e carnes

2. Reduzir significativamente o consumo de óleos, gorduras, sal e açúcar.

Tente evitar produtos condimentados como temperos prontos, alta quantidade de sal fino, açúcar refinado e óleos de cozinha. Opte pelos produtos minimamente processados e use os itens citados com moderação.

3. Limitar o consumo de alimentos processados

Evite os alimentos processados, por serem industrializados e modificados para facilitar o comércio, muita vezes perdem toda a sua essência nutricional e se tornam nocivos a saúde por conta das toxinas encontradas nos conservantes e em outros componentes.

4. Evitar o consumo de alimentos ultra processados.

Os alimentos ultra processados são aqueles que geralmente chamamos de “besteirinhas” ou “guloseimas”: Enlatados, embutidos, congelados, preparações instantâneas, refrigerantes, salgadinhos, frituras, doces, gelatinas industrializadas, sucos em pó, temperos prontos, margarinas, iogurtes industrializados, macarrão instantâneo, sorvetes, biscoitos recheados, achocolatados entre outros.
São alimentos que passam por processamentos com alta quantidade de sal, gordura, açúcares, produtos para realçar o sabor, ou seja, todos que podem ser seriamente nocivos à saúde.

5. Manter uma regularidade nas refeições, procurando ambientes tranquilos.

Tente sempre se alimentar em horários parecidos, crie uma rotina em sua alimentação, assim o seu corpo se acostuma e você acaba evitando “beliscar” nos intervalos entre as refeições. Opte pelo consumo de produtos naturais nos intervalos entre as refeições, escolha uma fruta á um lanche, por exemplo.
Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches saudáveis por dia, evite pular as refeições.
Procure também se alimentar sem pressa, em locais calmos e confortáveis, isso fará sua alimentação ser muito mais prazerosa.

6. Faça compras em locais que ofertem variedades de alimentos naturais, orgânicos ou minimamente processados.

Busque fazer compras em feiras livres, feiras de produtores orgânicos, mercados que vendam esses produtos mais naturais.
Opte por comprar verduras, frutas e legumes de cultivo local, opte por produtores e não por grandes redes de mercado, onde em sua maioria a venda é de embutidos e processados.

7. Cozinhe seus alimentos.

Desenvolva técnicas culinárias e cozinhe sua própria comida, além de você saber a procedências dos alimentos, sua comida vai ter muito mais sabor por conta do seu esforço.
Se não souber cozinhar, busque auxílio com seus amigos, familiares, busque receitas e dicas na internet.

8. Quando for se alimentar fora de casa, escolha restaurantes que sirvam a comida na hora.

Busque restaurantes com variedade de alimentos, como “restaurantes a quilo”, restaurantes de comidas naturais e restaurantes de “comida caseira”. Cuidado apenas com o exagero!!
Evite restaurantes do tipo fast-food, locais onde os alimentos ultra processados se destacam.

9. Fica atente aos rótulos dos alimentos e as propagandas dos veículos de publicidade.

Sempre leia a tabela nutricional dos alimentos, nem sempre as informações contidas em destaque nos rótulos são fiéis ao seu conteúdo. Se atente ao níveis de sódio, açúcares, carboidratos, etc.
Não se engane com propagandas, lembre-se que elas foram feitas para vender o produto e por isso podem conter informações enganosas.

10. Destine um pouco do seu tempo para planejar suas refeições

O ideal é já montar um cardápio semanal quando se for fazer compras, isso evita gastos desnecessários e traz mais qualidade aos seus alimentos e as suas refeições.
Com tudo planejado e com tempo sobrando, você consegue escolher os melhores produtos, sem precisar recorrer a comidas de preparo instantâneo, congelados ou fast-food.
Faça uma análise do seu tempo gasto, pense nos momentos que poderiam ser destinados a alimentação saudável e consequentemente a uma vida de qualidade.

Ficou com alguma dúvida? Busque um nutricionista!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.