Dezembro laranja, saiba quais são os benefícios e os malefícios do Sol.

girl sitting on daisy flowerbed in forest

O Sol é indispensável à vida, porém, ele só possui uma função benéfica quando absorvido em doses moderadas. O ideal é que a exposição seja de 15 a 30 minutos por dia, antes das 10h da manhã e após às 16h, sem o uso do protetor solar! Após esse período, é indispensável o uso de protetor solar.

Os principais benefícios são:

Diminuição do risco de depressão: O contato com o sol faz a produção de endorfina aumentar, esse que é um hormônio que promove sensação de alegria e bem estar, e também uma das principais substâncias antidepressivas naturais. O contato com o sol também faz a conversão do hormônio melatonina em serotonina, hormônio regulador do humor.

Ativa o sistema imunológico e protege o organismo contra doenças: O sol interfere no aumento da produção das células T, células que compõe nosso sistema de defesa e que podem combater infecções.

Produção de Vitamina D: A vitamina D é importante para a saúde óssea, pois aumenta os níveis de cálcio do corpo, tem papel fundamental na função cognitiva, função imune, na gravidez saudável e no desenvolvimento infantil, além de prevenir alguns tipos de câncer e de doenças auto imunes.

Redução da pressão arterial: O sol auxilia na produção de óxido nítrico (NO) que possui papel da dilatação de vasos sanguíneos, reduzindo a pressão arterial e consequentemente diminuindo os riscos de ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais.

woman sitting on sand beside flip-flop

Do mesmo modo que o sol com moderação é um importante aliado para saúde, o excesso é prejudicial.

Os principais malefícios são:

Melasma:
Os raios solares quando em excesso podem desencadear o aumento da produção de melanócitos, células que produzem substâncias que deixam a pele mais escura. O melasma  é caracterizado por um distúrbio de pigmentação da pele que causa manchas escuras.

Queimaduras de segundo e terceiro grau: A queimadura solar pode ser muito mais do que a famosa “vermelhidão”. Inchaço e bolhas podem estar associadas a dores intensas, trazendo além de desconforto um grave problema para a saúde.

Envelhecimento da pele: Os raios solares, quando penetram na pele, danificam as fibras de colágeno que são responsáveis pela firmeza da pele. Quando essas não conseguem se regenerar da forma correta, resulta em rugas e flacidez cutânea.

Insolação: Condição em que o sol em excesso causa grave desidratação, podendo levar à risco de vida.

Câncer de Pele
: É o câncer mais incidente no Brasil, sendo o sol o seu principal vilã. Isso porque os raios UV penetram na pele e vão se acumulando até danificar o DNA das células, gatilho para formação do câncer.

Ficou com alguma dúvida? Converse com seu médico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.